Em 1975, o mineiro José Severino Caetano trabalhava como operador de retroescavadeira e alimentava um sonho: ter a própria máquina. Persistente, guardou suas economias por cinco anos.

Em 1980, José compra uma retro CASE ano 77. As economias foram usadas para pagar a entrada. O restante foi financiado em longas prestações.

No começo, José operava o próprio equipamento, já que o faturamento não permitia a contratação de um funcionário.  Dois anos depois, em 1982, compra a segunda máquina, e hoje, tem uma pequena empresa que possui frota de 20 retroescavadeiras.

Dá gosto ver histórias de sucesso assim. Nós sabemos que aqui está cheio de causos de sucesso parecidos ao do sr. José.

Comente no post, conte a sua história pra nós.